a
HomeDecoraçãoGuia de decoração do quarto do bebê
guia de decoração do quarto do bebê

Guia de decoração do quarto do bebê

A decoração do quarto do bebê é uma das etapas mais aguardadas por algumas mamães, que passaram meses – e até alguns anos – sonhando com este momento. Mas quando ele finalmente chega, muitas dúvidas podem surgir e é preciso cuidado para não exagerar. Para te ajudar, o blog Ficar Grávida preparou um guia de decoração do quarto do bebê. Tem dicas incríveis, desde a concepção da ideia até a compra dos móveis. Para o guia ficar ainda mais completo, o blog consultou a arquiteta Thamyris Albuquerque.

Se você está grávida, a primeira dica da profissional é começar a planejar o quarto do bebê assim que descobrir o sexo. “É o melhor momento, principalmente porque é uma época em que a mãe ainda está mais disposta. Assim é possível pensar em temas e no estilo do ambiente com calma”, explica Thamyris, que lembra que mesmo quem optar por não saber o sexo do bebê ou deseja uma decoração neutra, deve iniciar o planejamento o quanto antes.

Várias outras questões são abordadas no guia de decoração do quarto de bebê do Ficar Grávida. Vamos conferir?

guia de decoração do quarto do bebê

Consultoria profissional

Outra dica importante é contratar uma consultoria profissional. Com um arquiteto ou designer, você evita muitas dores de cabeça e a garantia de não esquecer de nenhum detalhe. “O profissional vai pensar no quarto completo: do projeto de layout e iluminação à escolha de revestimentos, mobiliário e decoração final. Incluindo soluções técnicas, como mudança de pontos elétricos e instalação de ar condicionado, por exemplo”, explica Thamyris, que destaca que a formatação de um projeto de decoração leva em torno de 20 a 30 dias, dependendo das necessidades de cada cliente.

Mas sabemos que nem todos podem contratar um arquiteto. Pensando nisso, a matéria traz um passo a passo com todos os detalhes que devem ser planejados para decorar um quarto de bebê. Sugestão: organize todas as informações em um documento. Pode ser um caderno ou no computador.

Guia de decoração do quarto do bebê

1. Espaço

A fita métrica será a sua companheira neste início. Tire as medidas de todo o ambiente, levando em conta todas as suas variáveis: altura do chão ao teto, paredes, janelas, porta, etc. Após anotar todas os números, simule onde cada móvel será colocado. Considere o espaço para cômodas e armários, com portas e gavetas abertas. O acesso ao berço também deve ser livre.

2. Orçamento

Definir um orçamento é um dos passos mais importantes. A chegada de um bebê envolve vários gastos e a decoração do quarto é apenas um deles. Leve em conta o orçamento da família como um todo: se vai sobrar dinheiro para guardar, os limites de crédito e monte um planejamento detalhado. Também é importante separar um crédito extra, principalmente se será realizada uma reforma maior. Imprevistos são normais em obras!

3. Tema

A escolha do tema é o próximo passo. Afinal, não dá para escolher as cores, revestimentos e o estilo dos móveis sem antes decidir qual será a temática central do ambiente. Esse tópico exige muita pesquisa, principalmente se o desejo dos pais vai encaixar com o orçamento. A dica é não ceder às extravagâncias e focar no que é prioridade neste início. Acessórios decorativos podem ser comprados no final, por exemplo. Priorize os móveis, revestimentos e o enxoval, que também pode combinar com a decoração do quarto e ajuda na ambientação. Lembre-se também que temas que estão na moda acabam saindo mais caro.

4. Compra do mobiliário

Esse não precisa ser necessariamente o quarto passo do guia de decoração do quarto do bebê, mas é uma etapa que exige bastante pesquisa e deve ser feita com antecedência. Principalmente se a compra dos móveis será realizada em lojas virtuais. Leve em conta o tempo de entrega que, em alguns casos, pode passar de 60 dias. Também verifique como será a montagem e se será necessária a contratação de mão-de-obra. Em lojas físicas, normalmente este serviço está incluído e a entrega também é mais rápida.

“Nem sempre o quarto é grande, então também é necessário relacionar quais são as prioridades para o ambiente. Priorize o berço e um espaço para o trocador e acomodação das roupas e fraldas. Cômodas com gavetas e que podem ser usadas como trocadores são coringas. Itens como poltrona, cama auxiliar, armários extras e até um espaço para brincadeiras podem ser incluídos caso o quarto comporte”, aconselha Thamyris, lembrando que os acabamentos das peças compradas devem combinar entre si. Essa dica parece ser óbvia mas, muitas vezes, as peças são compradas em lojas diferentes. Pode acontecer de você achar que adquiriu a versão em branco, mas na hora da entrega a tonalidade é a bege. A atenção às referências das peças na hora da compra é fundamental.

Importante: pense no mobiliário a longo prazo. Opções de berços que viram mini camas e armários maiores podem ser usadas em outras fases da criança. Também opte por peças de qualidade, com o selo do INMETRO e de fácil limpeza. Detalhes entalhados na madeira, por exemplo, são lindos mas favorecem o acúmulo de pó.

guia de decoração do quarto do bebê

Planeje a decoração com base nos móveis básicos que o quarto deve ter. O berço e espaço para acomodar roupas são fundamentais

5. Revestimentos

A escolha dos acabamentos varia de acordo com o orçamento disponível e sua instalação deve ser anterior à chegada dos móveis. “Pintar as paredes é a opção com o melhor custo-benefício, e dá para mesclar com papel de parede ou adesivos divertidos para um resultado bem arrojado”, explicou a arquiteta, que aconselha a busca por lojas especializadas para a compra do papel de parede. “As lojas instalam o produto e fornecem garantia. Fuja de modelos muito baratos. Normalmente não têm qualidade e vão exigir manutenção a curto prazo”, explica Thamyris.

A escolha da tinta também merece atenção. Pesquise pelas marcas que oferecem versões próprias para o quarto de crianças, sem cheiro. A pintura também deve ser feita com bastante antecedência à chegada do bebê. Para quem irá modernizar o piso, o assoalho em madeira é aconchegante e prático na rotina diária. As lojas especializadas disponibilizam diversas opções de revestimentos (pergunte sobre pisos antiderrapantes) próprios para este tipo de ambiente.

Dica da arquiteta: se a decoração tiver um tema, a escolha dos revestimentos devem combinar com a paleta de cores escolhida. Sempre procure referências em portais ou revistas de decoração, e guarde as referências favoritas com o guia de decoração do quarto do bebê.

guia de decoração do quarto do bebê

A pintura do quarto do bebê deve ser feita meses antes do parto. A tinta deve ser atóxica, sem cheiro

6. Iluminação

A iluminação também está incluída no guia de decoração do quarto do bebê. “As luminárias deixam o ambiente com uma iluminação mais amena. Opte por arandelas e abajures. Já existem modelos com temáticas infantis. Também avalie a possibilidade de trocar a lâmpada convencional por uma com dimmer. A tecnologia permite controlar a intensidade da luz”.

Dica do guia de decoração do quarto do bebê do Ficar Grávida: as opções em LED são as melhores alternativas para a iluminação atualmente. Exigem um investimento inicial mais alto, mas são econômicas (a conta de luz agradece!) e duram por muito mais tempo que as convencionais.

7. Acessórios

Nichos e prateleiras são ótimos para a organização do espaço, principalmente acima do trocador para manter objetos de uso diário sempre à mão. Evite colocar em uma altura muito alta, para facilitar a limpeza. Um tapete antialérgico e uma cortina, para controlar a entrada da luz e do vento, podem fazer a diferença na decoração e são funcionais. O kit higiene para o trocador, uma lixeira, acessórios de decoração e todo o enxoval também devem entrar no guia de decoração do quarto do bebê.

8. Dividir o quarto com irmã(o)

“É possível achar um ponto de equilíbrio. Dá para apostar em uma temática que atenda ambas as crianças, ou separar os ambientes, caso o quarto tenha espaço”, explica Thamyris, que acredita que criar áreas comuns é uma estratégia interessante. Armários e espaço para brinquedos podem ser conjuntos. Reservar uma parede para o berço e o trocador do bebê, com um tema delicado na parede, também é uma sugestão.

9. No quarto dos pais

Neste caso (e também no anterior) ter a metragem do espaço disponível é ainda mais essencial. Vale reorganizar os móveis para ampliar o ambiente. “Mesmo no quarto dos pais é possível criar um cantinho especial para o bebê. Ao invés de deixar tudo espalhado, reserve um espaço e delimite como a área do bebê. Na decoração, o melhor é optar por cores neutras e que harmonizem com a ambientação já existente”, aconselha a arquiteta.

guia de decoração do quarto do bebê

O berço não precisa ser um “intruso” no quarto dos pais. Dá para ambientar com estilo e elegância/Pinterest

Gostou das nossas dicas? Seguir um guia de decoração do quarto do bebê é uma forma prática de planejar os detalhes, sem esquecer de nada.  O importante é não ter medo de fugir do convencional. Com um pouco de bom gosto e muita pesquisa, o quarto do seu bebê ficará deslumbrante. Se você tem outras dúvidas sobre como planejar a decoração do quarto do bebê, deixe seu comentário!

 

Não perca nossas postagens seguindo todas as redes sociais!
Facebook, Instagram e Pinterest.

 

Leia mais

Como manter o quarto de bebê organizado?

 

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Blog Quarto para Bebê é um espaço voltado para decoração infantil. Com conteúdo exclusivo, nosso intuito é inspirar você! Confira as nossas matérias sobre quartos de bebê, decoração, enxoval e muito mais!

redacao@quartoparabebe.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário